Linhas de pesquisa

Conheça as linhas de pesquisa e a área de concentração do Programa de Pós-Graduação em Política Social e Direitos Humanos: Área de concentração – Questão social, direitos humanos e políticas sociais, Linhas de pesquisa – Estado, direitos sociais e política social, Direitos Humanos, Segurança e Acesso à Justiça e Questão Social ,Trabalho, Sociabilidades e Resistências Políticas.
 

Saiba mais sobre cada uma delas:

 

Área de concentração

QUESTÃO SOCIAL, DIREITOS HUMANOS E POLÍTICAS SOCIAIS

Entendendo que é impossível analisar a questão social, os direitos e/ou as políticas sociais dissociados do contexto capitalista, o Curso tem como eixo articulador estudos sobre a política social, entendendo-a como resultado das articulações e convergências dos interesses que permeiam a relação Estado-Sociedade, constituindo-se em uma forma atual de exercício de poder usada para o enfrentamento das manifestações da questão social. Dentre o cômputo das demandas apresentadas pela realidade social, onde os serviços de proteção social são precarizados e mediados por relações de dependência e tutela, contrariando os princípios constitucionais, está a necessidade do aprofundamento da análise, numa perspectiva crítica e multidisciplinar, das políticas sociais de forma inter-relacionada com os direitos sociais e humanos, destacando suas características no mundo globalizado, na sociedade brasileira, e seus processos de regionalização mediados por territórios fronteiriços.

Linhas de pesquisa

Estado, direitos sociais e política social

Estuda, sob um referencial crítico, a Política Social em uma perspectiva multidisciplinar, analisando os processos de formulação e implementação das políticas sociais, destacando os elementos que conferem institucionalidade às mesmas – os processos de gestão, o entramado financeiro, os desenhos e focos avaliativos, o exercício do controle social. Pesquisa, também, sobre os processos de trabalho de diferentes áreas relacionadas com o desenvolvimento de políticas sociais, com ênfase à busca da interdisciplinaridade,intersetorialidade e verificação do impacto sobre a qualidade de vida dos usuários. Contempla estudos comparativos sobre os Sistemas de Proteção Social em Países do Sul da América do Sul, com destaque às particularidades das regiões fronteiriças e Linhas de Fronteira.

Professores: Mara Rosange Acosta de Medeiros, Sandro Schreiber de Oliveira, Vera Maria Ribeiro Nogueira, Vini Rabassa da Silva.

Direitos Humanos, Segurança e Acesso à Justiça

Tomando os Direitos Humanos parâmetro transversal em sua agenda de pesquisa, além de objeto de estudo em si, investiga-se, sob referenciais críticos e interdisciplinares, as políticas e práticas vinculadas aos direitos sociais de segurança e acesso à justiça. Nesse sentido abarca também a administração da justiça e as dinâmicas, instâncias e instituições de controle social, estas com ênfase na atuação do sistema de justiça criminal (legislação, Polícia, Judiciário e Prisão). Inclui em seu compromisso de pesquisa os enfoques raciais e de gênero e, no âmbito territorial, dialoga com perspectivas – teóricas e empíricas – latino-americanas, possuindo especial focalização no protagonismo dos municípios perante as políticas públicas de segurança, além das peculiaridades dos contextos de fronteira. 

Professores: Luiz Antonio Bogo Chies, Marcelo Oliveira de Moura.

Questão Social ,Trabalho, Sociabilidades e Resistências Políticas

Investiga, sob um referencial crítico e interdisciplinar, as diferentes perspectivas teóricas no contexto das relações e políticas sociais, dando destaque especial à participação nos processos de efetivação dos direitos sociais e humanos. Abarca temas que envolvem a questão social, relação Estado x sociedade civil, as diversas relações de violência e expropriação social e territorial, o espaço dos movimentos sociais contemporâneos, os processos de resistências e lutas sociais, o trabalho e as diferentes formas de produzir e viver expressas em outras economias, os reflexos do colonialismo e do patriarcado como formas de opressão, os conflitos urbanos e ambientais diante o padrão de sociabilidade do capital no contexto periférico.

Professores: Aline Mendonça dos Santos, Cesar Augusto Soares da CostaCristine Jaques Ribeiro, Márcia Esteves de Calazans, Renato da Silva Della Vechia.