Sobre

mestrado-eng-eletronicaMestrado em Engenharia Eletrônica e Computação – PGEEC

 

Área de Concentração – Sistemas Eletrônicos

Área caracterizada pelas atividades de ensino, pesquisa e desenvolvimento de sistemas eletrônicos e computacionais com foco aplicação nas áreas de Gestão de Energia, Sistemas Multimídia e Saúde, com uma abordagem multidisciplinar, envolvendo sistemas industriais, geração e distribuição de energia, processamento de sinais, imagens, áudio e vídeo, microeletrônica, gestão de dados fisiopatológicos, ehealth, sensoriamento, controle de qualidade em ambientes hospitalares.

A área de Sistemas Eletrônicos e Computacionais tem sua integração na forma de Sistemas Embarcados e Distribuídose Sistemas Eletrônicos Integrados a partir do desenvolvimento de dispositivos de aplicação específica e combina técnicas de hardware e software. Dentre as diversas aplicações embarcadas e integradas da atualidade, os sistemas relacionados às áreas da saúde, sistemas de energia e sistemas multimídia requerem especial atenção aos níveis de qualidade e confiabilidade. A área de concentração reflete as pesquisas desenvolvidas pelos docentes permanentes da instituição proponente, UCPel; permanentes e colaboradores das instituições em associação temporária, UFRGS e UFSC, com foco de aplicação das pesquisas nas áreas de gestão de energia, sistemas multimídia e saúde.

A região de Pelotas desponta como importante formadora de profissionais graduados em engenharia, computação e na área tecnológica em geral. Esse crescimento é impulsionado pelo surgimento de diversas empresas de tecnologia na região, algumas inclusive de significativa expressão nacional. Investimentos do Banco Mundial no Polo de Tecnologia e do PAC em transporte e logística, além de políticas governamentais claras para incentivar o desenvolvimento do setor e a economia local reforçam ainda mais a percepção de que a graduação em tecnologia encontra-se em um período de franco desenvolvimento local. Isso é reforçado pelo fato de que, em novembro de 2017, o curso de Engenharia de Computação da Universidade Católica de Pelotas (UCPel) recebeu conceito máximo de qualidade atribuído pelo Ministério da Educação (MEC). A graduação da UCPel foi avaliada in loco com a nota 5 pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Em contrapartida, a oferta em termos de pós-graduação stricto sensu é reduzida e certamente está longe de atender às necessidades da região.

A evolução histórica dos cursos aos quais estão vinculados o grupo de professores da UCPel, na área tecnológica, indicou a possibilidade para a criação de um programa de mestrado. Entretanto, após profunda e detalhada avaliação, os docentes da UCPel, integrados nessa proposta concluíram que, a fim de que os níveis desejados de qualidade fossem atingidos, seria necessário a expansão do quadro de professores. O histórico da relação estabelecida na última década entre docentes pesquisadores da UFSC e UFRGS justificou então, a criação de um programa de mestrado na UCPel em associação com as referidas instituições. Dessa forma, foi proposto um mestrado em associação temporária (AT) com essas duas instituições de ensino superior, ambas federais, visando à obtenção de um número de docentes qualificados de cada instituição associada, necessários para o início das atividades de orientação de pós-graduandos no nível Mestrado na UCPEL, após a necessária aprovação do projeto junto à Capes.

O convite para a associação foi motivado pelas relações de cooperação científica já existentes entre a UCPel e essas instituições. Tais relações iniciaram-se há alguns anos com a iniciativa da UCPel de incentivar os seus professores para a capacitação nessas instituições em nível de doutorado. A partir da conclusão desses trabalhos de doutoramento, houve um natural estreitamento das relações entre os professores da UCPel e os professores dos mencionados Programas de Pós-graduação, dessas instituições, permitindo que uma iniciativa desse tipo (mestrado em associação temporária) pudesse ser efetivamente concretizada. Nesses últimos anos, diversas atividades conjuntas entre professores da UCPel, UFSC e UFRGS foram desenvolvidas, incluindo projetos de cooperação, participações em bancas de doutorado e de mestrado, bem como a publicação conjunta de diversos artigos científicos em relevantes congressos e periódicos. Vale destacar, também, as coorientações de professores da UCPel nos programas de mestrado e doutorado da UFSC e da UFRGS. Dessa forma, o programa do mestrado vem permitindo ampliar a integração já existente entre os pesquisadores da Universidade Católica de Pelotas, dos PGs de Microeletrônica e Computação (PGMicro e PPGC – UFRGS) e do PPGEEL/UFSC, possibilitando que seja alavancada a pesquisa e a formação de mestrandos na área de Engenharia Eletrônica e Computação, com ênfase nas linhas de pesquisa Sistemas Embarcados e Distribuídos e Sistemas Eletrônicos Integrados.

Uma das áreas de aplicação dos trabalhos de pesquisa dos mestrandos, saúde, se justifica pela aproximação natural dos professores das áreas tecnológica e da saúde na UCPel. Também, o quadro favorável para a realização de pesquisas atreladas às necessidades do HUSFP (Hospital Universitário São Francisco de Paula) da UCPel, impulsiona que alguns trabalhos dos mestrandos estejam relacionados às necessidades do Hospital da UCPel. Embora a área da saúde seja uma das principais áreas de aplicação, diante da diversidade do mestrado, que abrange linhas de pesquisa com diferentes tópicos relacionados à área de concentração – Sistemas Eletrônicos e Computacionais despertou o interesse natural por profissionais com diferentes formações. Tanto engenheiros, com graduações em engenharia elétrica e engenharia de produção, profissionais com formação em geoprocessamento, bem como profissionais com formação em Física Médica têm buscado o aprimoramento das suas formações no MEEC da UCPel. Desta forma, diante, da diversidade dos tópicos de pesquisa, relacionados às formações dos mestrandos, as linhas de pesquisa do mestrado têm como focos de aplicação as áreas da saúde, sistemas de gestão de energia e sistemas multimídia e aplicações.

Objetivo do Curso

O Mestrado em Engenharia Eletrônica e Computação (MEEC) tem como objetivo geral fomentar a qualificação de engenheiros da computação, engenheiros eletricistas, com formação em eletrônica, e profissionais de áreas afins, formando recursos humanos capazes de promover o desenvolvimento científico e tecnológico voltado às necessidades das empresas e sociedade. O PGEEC tem como meta básica o desenvolvimento de atividades que permitam a criação e disseminação da ciência e da tecnologia na área de Engenharias IV. Com esse objetivo, pretende-se buscar a melhoria na qualidade de vida da sociedade e a sua sustentabilidade. Nesse contexto, o egresso do PGEEC deve incorporar à sua formação de origem o viés científico e tecnológico, atuando para atender prioritariamente às necessidades de mais alto nível na pesquisa científica acadêmica, bem como ao mercado de trabalho tecnológico avançado.

Perfil do profissional a ser formado

Mestres com competências e habilidades para identificar problemas na barreira do conhecimento nas linhas de pesquisa propostas no Programa e com uma percepção sistêmica aliada a um rigor científico e acompanhada de uma capacidade de aplicação para o desenvolvimento de soluções inovadoras de problemas inerentes à área de Sistemas Eletrônicos e Computacionais.

Objetivos Específicos:

– Implementar e fortalecer as condições de pesquisa na área de Sistemas Eletrônicos e Computacionais em Pelotas e região, sendo importante possibilidade de qualificação para os docentes e técnicos dessa área na região.

– Propiciar aos professores-pesquisadores da UCPel e de outras IES da região a possibilidade de consolidar e ampliar suas pesquisas, através da criação de novos projetos.

– Proporcionar uma efetiva integração entre a graduação e os recursos associados ao programa de Pós-Graduação. Os alunos dos cursos de graduação em Engenharia Elétrica, Engenharia Eletrônica e Engenharia de Computação têm a oportunidade de inserção em projetos de iniciação científica, através das suas participações em projetos de investigação das linhas de pesquisa do mestrado.

Coordenador
Prof. Dr. Eduardo Antonio César da Costa