Programação – GTs

9º Encontro Transdisciplinar de Ciências Penitenciárias: Sobrecargas de segregações
5º Seminário de Políticas Sociais no Mercosul – SEPOME: A Política Social e os processos de criminalização e judicialização na América Latina.

GT 1 – Política Criminal e Penitenciária e Alternativas ao Encarceramento

Coordenação: Ana Cláudia Vinholes Siqueira Lucas
Debatedor: Eduardo Pazinato

1. A IMPORTÂNCIA DA PORTA DE ENTRADA NA AÇÃO TERAPÊUTICA AOS APENADOS DA PENITENCIÁRIA ESTADUAL DE RIO GRANDE – PERG
Beatriz Reis Gaspar
Márcia Gabriela Lemos

2. A MEDIAÇÃO PENAL EM PORTUGAL: ANÁLISE DA LEI 21/2007 DE 12 DE JUNHO
Claudio Daniel de Souza

3. ANÁLISE DA EFICÁCIA DAS MEDIDAS SOCIOEDUCATIVAS EM FACE DOS ÍNDICES DE REINCIDÊNCIA
Rafaela Beltrami Moreira

4. AS REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DA PUNIÇÃO ENTRE OS POLICIAIS CIVIS, POLICIAIS MILITARES E GESTORES PENITENCIÁRIOS DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL
Christiane Russomano Freire

5. COMPLEXIDADE DO QUADRO NORMATIVO DA EXECUÇÃO DA PENA NO BRASIL: TRAÇOS DE UM PROCESSO DE DECODIFICAÇÃO PENITENCIÁRIA
Bruno Rotta Almeida

6. EQUIPE DE AVALIAÇÃO CRIMINOLÓGICA – PARADOXOS ENTRE A PRODUÇÃO DA VERDADE E A CONSTRUÇÃO DE RESISTÊNCIAS
Suleima BREDOW
Luciana DIMPÉRIO
Carine GONZATTI
Adriana SILVA

7. MONITORAMENTO ELETRÔNICO COMO ALTERNATIVA AO DESENCARCERAMENTO
Simone Machado de Azevedo e Souza
Renata de Marco Domingues Cauduro
Rosaura Beatriz Ismael Freitas
Sonia Beatris Carniel Weber
Gloria Betânia Leão Dias
Simone Bortolazzo Mario
Adriana Denise Elsenbach
Lucélia Melo da Costa Cardoso

8. POLÍTICA PENITENCIÁRIA NA VISÃO DO EGRESSO DO SISTEMA PENAL
Edna Del Pomo de Araujo

GT 2 – Sobrecarcas penitenciárias: mulheres, LGBT, estrangeiros, índios e diversidades:

Coordenação: Ana Paula Dittgen da Silva
Debatedora: Leni Beatriz Correia Colares

1. A INVISIBILIDADE DO PRESO IDOSO NOS DOCUMENTOS JURÍDICOS DE EXECUÇÃO PENAL NO BRASIL
Marina Portella Ghiggi.

2. BIOPOLÍTICA DE ESTADO E VIOLÊNCIA: A MEDICALIZAÇÃO DE JOVENS INTERNADOS NA FASE/RS COMO POLÍTICA DA (E NA) SOCIOEDUCAÇÃO
Janaina de Souza Bujes.

3. CONTOS SEM FADAS NUMA REALIDADE INVISIBILIZADA: DESVENDANDO O COTIDIANO DAS MENINAS PRIVADAS DE LIBERDADE
Joana das Flores Duarte.

4. “GÊNERO E PRISÃO: A INVISIBILIDADE DA MULHER NO SISTEMA PENITENCIÁRIO – PERSPECTIVAS COM A CONSTRUÇÃO DO PRESÍDIO FEMININO REGIONALIZADO DO RIO GRANDE/RS
Luis Felipe Hatje.

5. PARTURIENTE E NEONATO: OS INVISÍVEIS NO SISTEMA PENITENCIÁRIO
Renata de Marco Domingues Cauduro
Simone Machado de Azevedo e Souza
Rosaura Beatriz Ismael Freitas
Sonia Beatris Carniel Weber
Gloria Betânia Leão Dias
Simone Bortolazzo Mario
Adriana Denise Elsenbach
Lucélia Melo da Costa Cardoso.

6. PENITENCIÁRIAS E DEKASSEGUIS: UMA ANÁLISE COMPARATIVA ENTRE O BRASIL E O JAPÃO
Letícia Núñez Almeida
Nathan Bueno Macêdo.

7. PRESOS ESTRANGEIROS: A RELAÇÃO ENTRE POLÍTICA CRIMINAL E POLÍTICA MIGRATÓRIA NO BRASIL
Ana Luisa Zago de Moraes.

8. RUIM COM ELE, PIOR SEM ELE: O ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE E OS ADOLESCENTES EM CONFLITO COM A LEI
Iuscia Dutra Barboza.

GT 3 – Relações de grupos e elementos na complexidade do sistema prisional

Coordenação: Carolina Costa Cunha
Debatedor: Marcelo Oliveira de Moura

1. MÁCULAS DA PRISÃO: REFLEXÕES SOBRE ESTIGMA E DISCRIMINAÇÃO DE AGENTES PENITENCIÁRIOS
Joana Coelho da Silva;
Dani Rudnicki

2. DISCURSOS ENCARCERADORES: A CONTRIBUIÇÃO DOS OPERADORES DO DIREITO NA CULTURA DA PRISÃO
Simone Schuck da Silva

3. A APLICABILIDADE DAS NORMAS PROCEDIMENTAIS PENAIS PERTINENTES À JUSTIÇA RESTAURATIVA PRECONIZADAS NA RESOLUÇÃO Nº 125/2010, DO CONSELHO NACIONAL DE JUSTIÇA, SOB O VIÉS CONSTITUCIONAL E DOS DIREITOS FUNDAMENTAIS.
Gabriela Natacha Alvares Numazawa
Alexandre Ribas de Paulo

4. A CRIMINOLOGIA CULTURAL COMO POSSÍVEL FERRAMENTA PARA UMA POLÍTICA CRIMINAL ALTERNATIVA
Damiani Costa e Silva
Luís Gustavo Durigon

5. POLÍTICA PENITENCIÁRIA NA VISÃO DO EGRESSO DO SISTEMA PENAL
Edna Del Pomo de Araujo

6. MÍDIA, MEDO E VÍTIMA: EM BUSCA DE UM CONSENSO PARA PUNIR
Samuel Malafaia Rivero

GT 4 – Fusão dos GTs
Políticas de Seguridade Social: Saúde, Previdência e Assistência Social /
Trabalho, Renda e Economia solidária /
Direitos Humanos, Políticas Sociais e Questões de Fronteira /
Políticas Públicas, Família e Cuidado
Coordenação: Lenara Stelmach
Debatedoras: Mara Rosange Acosta de Medeiros
Debatedor: Tiago de Garcia Nunes
Debatedora: Vini Rabassa da Silva
Debatedora: Regina Célia Tamaso Mioto

1. GÊNERO E CIDADANIA FEMININA NO PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA: UM ESTUDO NO LOTEAMENTO DUNAS EM PELOTAS/RS
Roberta Rodrigues Trierweiler

2. DEMOCRATIZAÇÃO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL: UM DEBATE NECESSÁRIO E EM CONSTRUÇÃO
Cristiane Medeiros da Silveira

3. A RELAÇÃO CONTRADITÓRIA ENTRE A (RE) PRODUÇÃO DA VIOLÊNCIA E A GARANTIA DA PROTEÇÃO INTEGRAL A CRIANÇAS E ADOLESCENTES
Fernanda da Fonseca Pereira

4. TURISMO E ALÍVIO À POBREZA: UMA ANÁLISE DOS OBJETIVOS DE INCLUSÃO SOCIAL DO PLANO NACIONAL DE TURISMO 2007/2010
Angela Teberga de Paula

5. REDES SOCIAIS NO CUIDADO EM SAÚDE MENTAL EM ZONA DE FRONTEIRA ENTRE CHUÍ/BRASIL E CHUÍ/URUGUAI
Elisa Fernandes Neves
Luciane Prado Kantorski;
Vanda Maria da Rosa Jardim

6. PLANO CAMPONÊS E SUA RELAÇÃO COM O CONCEITO DE SOBERANIA ALIMENTAR E O DIREITO CONSTITUCIONAL À ALIMENTAÇÃO
Francine Marques
Camila Silva Gonzales
Daniele de Lima Daiello

7. SEGREGAÇÃO DO ESPAÇO URBANO, UMA DAS MANIFESTAÇÕES DA QUESTÃO SOCIAL: CASO LOTEAMENTO SANTA CECILIA, PELOTAS
Camila Silva Gonzales
Cristine Jaques Ribeiro
Daniele de Lima Daiello
Francine Marques

GT 5 – Política de Educação e Inclusão Social

Coordenação: Isabel Bonat Hirsch
Debatedora: Myriam Siqueira da Cunha

1. A EVASÃO NA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA: UM ESTUDO DE CASO DO CURSO DE LICENCIATURA EM MATEMÁTICA
Marley Maria Tedesco Radin

2. EDUCAÇÃO SUPERIOR E GÊNERO
Cíntia Flourence Nunes
Katiúcia Pletiskaitz
Laura Regina da Silva Câmara Maurício da Fonseca
Mariana Marques Sebastiany

3. TRABALHO A INFLUÊNCIA DO PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA NA EDUCAÇÃO ESCOLARIZADA: O DEVER DO DIREITO
Aline Chiesa Gonçalves